A soma de todos os afetos – por Cora Coralina

08/10/17 | postado por: Virginia Pinheiro

 

Um repórter perguntou à poeta Cora Coralina o que é viver bem. Ela lhe disse:

“Eu não tenho medo dos anos e não penso em velhice. E digo pra você, não pense.

Nunca diga “estou envelhecendo, estou ficando velha”. Eu não digo.
Eu não digo que estou velha, e não digo que estou ouvindo pouco.
É claro que quando preciso de ajuda, eu digo que preciso.

Procuro sempre ler e estar atualizada com os fatos e isso me ajuda a vencer as dificuldades da vida. O melhor roteiro é ler e praticar o que lê.

O bom é produzir sempre e não dormir de dia.

Também não diga pra você que está ficando esquecida, porque assim você fica mais.

Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima.

Eu não digo nunca que estou cansada. Nada de palavra negativa. Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica.
Você vai se convencendo daquilo e convence os outros. Então silêncio!

Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha, não. Você acha que eu sou?

Posso dizer que eu sou a terra e nada mais quero ser. Filha dessa abençoada terra de Goiás.

Convoco os velhos como eu, ou mais velhos que eu, para exercerem seus direitos.

Sei que alguém vai ter que me enterrar, mas eu não vou fazer isso comigo.
Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.

O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.

Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça.

Digo o que penso, com esperança.

Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor.

Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende.
Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.”

 

deixe um comentario no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

16 Comentários:A soma de todos os afetos – por Cora Coralina
  1. lucia borini

    Bonito texto. A ideia mais bonita é:” sei que alguém vai me enterrar, mas eu não vou fazer isso comigo”. Quantos de nós ao entrar nessa fase madura e sentir o processo de envelhecimento mais intensamente, enterramos nossos sonhos, nossos valores, nossos projetos. E como se tem dito, essa é a época da vida que se soubermos aproveitar as possibilidades será rica e produtiva. Esse texto reafirma a convicção que somente acaba a vida no ultimo suspiro…
    Abraços

    • MCelia

      Lindo e verdadeiro seu comentário, Lucia! Um bom feriado pra você! Bjs

  2. Elizabete

    Estamos a cada dia, vendo bem perto de nós pessoas se machucando vivendo um verdadeiro caos. A vida precisa ser experimenta como em exemplos como este. O saber das experiências vividas, sendo ensinadas para que possamos nos tornar seres humanos melhores.

  3. Elizabete

    Lindo texto, aprendo um cadinho todos os dias. Beijos e Parabéns!

    • MCelia

      Verdade, Elizabete…todas nós aprendemos um pouquinho a cada dia, nossas experiências nos fazem crescer. Uma boa semana para voce ! Bjs

  4. Neide Virginia

    Bom Dia,
    Adoro conversar e ler mensagens de pessoas vividas, como a do texto acima, como ela nos ensina que antes as pessoas não tinham depressão, só com este texto, como é bom viver assim como ela, este é um exemplo de vida que nós mais novos do que ela devemos seguir, eu sempre digo, viverei a cada dia como se fosse o ultimo, sabe porque, um dia conto minha história para vocês, tenho 51 anos, tenho um filho de 13 anos que é meu Rei Artur, e tive câncer de mama em 2008 e 2013 e fui abandonada pelo meu esposo num casamento de 18 anos em pleno tratamento em 2013, emagreci 22 quilos, agora estou gorda mas tratando da minha saúde, estou bem, depois conto mais. beijos a todas.

    • MCelia

      Ola, Neide, voce esta certissima, a vida deve ser vivida intensamente a cada dia! Adoraríamos conhecer a sua historia de superação, se quiser e puder nos envie para o email mcelia@viva50.com.br que faremos um post do seu relato. Bjs

  5. Regina lucia

    lindo texto, quanta sabedoria. O mais importante é decidir. Amei.

  6. Rosemeire Cristiane Rosa da Silva

    Essas palavras externam os meus pensamentos,embora não reagio como Ana descreve, ser sua atitude diante dos anos que lhe são acrescentados.
    Vou tentar de agora em diante, ver a velhice como um prêmio de superação à todos os momentos que a vida pode me proporcionar e tentar vivê-los da melhor maneira possível.

    • MCelia

      Oi, Rosemeire, a vida é tão boa e viver cada fase dela da melhor maneira possivel é viver com sabedoria! Bjs

  7. Maria Aparecida Pereira Santa Cruz

    Esse texto de Cora Coralina é uma lição de vida. Eu a conheci e ela já bem velhinha era um poço de otimismo.

    • MCelia

      Que sorte sua te-la conhecido! Bjs

  8. nadia mendes

    Gostei muiti da materis parabens

    • MCelia

      Que bom que gostou, Nadia! Desculpe ter demorado tanto para te responder… Beijos

  9. Cassia Fabbro

    Uma receita de viver bem tão bonita, tão sábia, tão boa pra nossa vida. Parece tão simples viver assim, porém poucos seguem essa receita direitinho! Realmente o melhor roteiro é ler e praticar o que lê. Eu decido seguir! Muito obrigada pela sua experiência de vida. Nunca é tarde para ser melhor.

    • MCelia

      Isso mesmo, Cassia, devemos exercitar o que acreditamos, não é mesmo? Um beijo para você querida!