O que realmente nos faz envelhecer

06/06/18 | postado por: Virginia Pinheiro

 

O que realmente nos faz envelhecer

 

Você já deve ter observado algumas pessoas que apesar da idade cronológica já avançada não envelhecem. São homens e mulheres com 70, 80, 90 anos, joviais e interessantes, com os quais gostamos de estar, conversar, conviver, ouvir e aprender.

 

velhinha

 

Esse tipo de gente que não envelhece possui em comum as seguintes características: elas mantêm um constante interesse pelas pessoas e pelo mundo, são curiosas e nunca se cansam de aprender, são destemidas, não recusam um bom convite, um passeio, um papo agradável, a postura corporal é firme e ereta, não reclamam da vida nem resmungam, têm senso de humor e fazem projetos para o futuro. Isso nos mostra que a velhice não está na idade cronológica, no corpo, nas marcas e nem nas rugas que se ganha, mas está, isso sim, em um modo de ser e de estar no mundo.

 

happy_2072747b

 

O que nos faz envelhecer são atitudes e posturas internas contra as quais devemos lutar incansavelmente, para não correr o risco de morrer em vida. Nesse sentido, é importante refletirmos sobre:

1- Hábitos e Manias

As manias são comportamentos repetitivos, gerados por crença ou repetição. Com o passar do tempo tendemos a criar e seguir regras que tolhem cada vez mais nossa liberdade. Por exemplo: tomar café pela manhã é um hábito, porém, se o café tiver que ser rigorosamente servido às 8h, se o pão tiver que estar ao lado esquerdo do prato, se eu só tomar o café se ele for servido na minha xícara amarela, então o hábito de tomar café se transformou em mania. No seu cotidiano, tente discernir o que é hábito e o que é mania e procure dissolver as manias assumindo uma postura mais flexível. Para se manter jovem é necessário cultivar bons hábitos e lutar contra as manias.

2- Medos

Conforme os anos passam, tendemos a perder a coragem, vamos ficando medrosos, muitas coisas começam a nos assustar: temos medo de sair à noite, de chegar tarde em casa, de ficar só, de adoecer… O medo é um sentimento que gela o sangue e paralisa a existência, por conta dele deixa-se de viver e o mundo se torna um lugar ameaçador. Para se manter jovem é necessário substituir a sensação de medo, pelo sentimento de confiança.

 

3- Falta de interesse pelo mundo e pelas outras pessoas

Uma das características do envelhecimento é perder o interesse pelo novo, por novos conhecimentos, novas pessoas, novos ambientes… O indivíduo que perde o interesse pelo mundo tende a concentrar toda a sua energia em si mesmo, fica egocêntrico e passa a acreditar que a vida gira em torno do seu umbigo, se torna incapaz de se encantar com a existência, não ouve e nem se interessa pelo outro, fala só de si mesmo, de seus problemas e mazelas, fica ranzinza e de constante mau humor. A curiosidade e o interesse pela vida são condições essenciais para o conhecimento e o crescimento pessoal. Sem eles, a existência se fecha em um círculo muito pequeno, um cubículo asfixiante e assustador para a própria pessoa que o construiu. É preciso, todos os dias, exercitar o interesse pelo que está fora de você. Comece procurando saber um pouco mais sobre as pessoas que a cercam, escute-as com atenção, tenha interesse pelos seus problemas, procure ajudá-las… Expanda o círculo da sua própria existência!

 

4- Postura corporal e emissão de “sons” lamurientos

Existem duas tendências as quais muitas pessoas se entregam que caracterizam om envelhecimento e que são quase que irresistíveis, mas que podem, e devem, ser evitadas: “largar” o corpo às leis da gravidade e emitir sons como “ahhh”, “uiii”, “ohhh”, “ummm” toda vez que se levantam, andam, agacham ou fazem qualquer outro tipo de movimento. É importantíssimo manter a postura corporal correta: espinha ereta, andar elegante, ombros alinhados, cabeça erguida, e ter sempre o cuidado para não fazer uma verdadeira sonoplastia toda vez que se move. Ambos os cuidados exercem um grande efeito sobre a mente, na medida em que, o que se deseja é caminhar pela vida até o fim, sem perder a dignidade.

 

laoren1

 

deixe um comentario no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

40 Comentários:O que realmente nos faz envelhecer
  1. Maria Lucia

    Olá colegas do Viva 50,

    Quando nascemos já estamos envelhecendo…há dois processos que nos acompanham a vida inteira: desenvolver e envelhecer. Um faz parte do outro. O senso comum nos diz que envelhecemos a partir de uma certa idade. Errado. A partir de uma certa idade os sinais do processo do envelhecimento se tornam mais visíveis. O processo de envelhecer é algo dinâmico que depende de pessoa para pessoa, de cultura para cultura. As pessoas que param de se desenvolver após os 40, 50, 60, envelhecem mais rapidamente…
    Quando eu era criança, olhava os adultos e pensava: essas pessoas estão prontas. Sabem tudo, conhecem tudo…engano total.
    Nunca estamos completos, nunca estamos prontos, podemos sempre mudar, podemos sempre aprender até chegar a morte.
    É claro que vamos acumulando experiência, conhecimento. Mas sempre há mais a aprender e conhecer e desenvolver.
    Mundo, vasto mundo…
    Parabéns Virginia, em palavras simples vc conseguiu resumir alguns aspectos importantes para envelhecer bem!
    Abraços
    Maria Lucia

    • Virginia

      Adorei e concordo plenamente com o que você disse Maria Lucia, envelhecer não significa estagnação, pelo contrário, é um processo continuo de desenvolvimento que envolve movimento, vida e aprendizado.
      “Mundo, mundo, vasto mundo… Se eu me chamasse Raimundo seria uma rima e não uma solução”
      Bjs e até a próxima!

  2. Rosmar Stedile

    Achei interessante Precisamos aprender isto….

    • Virginia

      Que bom que gostou Rosmar, precisamos ter consciência, aprender e exercitar a alegria e o entusiasmo constantes pela vida. Grande abraço!

  3. Ana Faviero

    gostei

    • MCelia

      Que bom Ana ! Bem vinda !!! Bjs

  4. Simone Marcelino

    Meu pai é assim!

    • MCelia

      Que bom, Simone! Então siga o exemplo dele para envelhecer com alegria e disposição !Bjs

  5. Sonia Ciuffo

    Magnífico!

    • Virginia

      Oi Sonia, eu acredito que juventude é muito mais um estado de espirito do que um rosto sem rugas e um corpo sarado. Que bom que você gostou do texto, bom domingo para você!

  6. Marilene

    Gostei muito!!!!!!!!!!
    texto muito bom

    • Virginia

      Olá Marilene, fico feliz que tenha gostado, a juventude é muito mais um estado de espirito do que qualquer outra coisa não é mesmo? Grande abraço!

  7. Carmen

    é exatamente isso, …

  8. Edina Mendes Shepherd

    Ótima matéria, o pior para mim é o envelhecimento mental, a pessoa que procura ser sempre jovem e positiva mentalmente consegue um grande favorecimento para envelhecer precocemente…..

    • MCelia

      Ola Edina, a pessoa que procura ser sempre jovem e positiva é favorecida com o NÃO envelhecimento precoce, não é mesmo? Bom fim de semana para voce , bjs .

  9. Edina Mendes Shepherd

    Desculpe escrevi depressa e esqueci a principal palavra, o NÃO, pensei mas não escrevi……Bjs

    • MCelia

      Foi o que pensei Edina, um bom domingo para voce , Bjs

  10. Henrique

    Virginia, adorei seu texto e coloquei na minha página do face em Medicina Executiva com o devido crédito. Muito bom.

    • Virginia

      Fico feliz que tenha gostado Henrique, obrigada pela sua atenção. Abraço, Virginia

  11. MArta Queiroz

    Eu já estou chegando aos 60, já estou sentindo o peso dos anos vividos !!!

    • MCelia

      Pois é Marta, é só pegar mais leve , não é mesmo? Bjs

  12. DIJANE RAMOS

    Parabéns pelo texto! Refletir a vida é sempe bom e saudável, estava precisando desse alerta , não quero morrer em vida….. bjs

    • MCelia

      Que bom que gostou, Dijane! Bjs

  13. suely figueira da trindade

    gosto muito do viva 50 já que vou fazer 60.

    • MCelia

      Estamos indo todas juntas para o Viva60, Suely! Nós adoramos ter voce aqui com a gente! Bjs

  14. Gabriela

    Achei essas dicas fantásticas , e se olharmos ao redor vemos muitas pessoas (talvez nós mesmos) acumulando esses pequenos vícios

    • MCelia

      Verdade , Gabriela, é sempre bom estarmos atentas , não é mesmo ? beijos querida!

  15. Lucineide Santos

    Olá meninas!

    Muito boa a matéria, como estou no caminhando já pra os 60, gosto de ver e fazer coisas novas.
    Obrigada e ótimos dias a todas.

    Lucineide

    • MCelia

      Oi, Lucineide, bem vinda ao Viva50( e Viva60)… que bom que nos encontrou…volte sempre! beijos

  16. Maria Augusta Corrêa

    Se colocarmos em práticas todos esses ensinamentos, poderemos envelhecer com dignidade, com toda certeza.

    • MCelia

      Vamos colocar em pratica, Maria Augusta! Beijos

  17. Irene Elizabeth Loureiro Silva

    Concordo plenamente, meu pai era assim. Viveu até os 96 anos.
    Eu também procuro ser.

    • MCelia

      Temos que seguir os bons exemplos , não é mesmo? Que maravilha seu pai viver até os 96 com qualidade de vida, você com certeza vai seguir os passos dele! um beijo

      • Célia Fassheber

        Viver bem é uma questão de escolha.
        Estou em contagem regressiva para os 80 (oitenta). Mais exatamente 77 anos de muita atividade e muitos projetos para o futuro.
        Sou advogada militante, professora de Direito, Diretora de Faculdades – no plural mesmo , porque são 9 – mãe e avó. Adoro pesquisar em qualquer área. Estou sempre estudando. Aprender nunca é demais. Procuro estar em dia com tudo o que se passa no mundo, porque convivo com pessoas de todas as idades e classes sociais. Tenho um monte de defeitos (graças a Deus), mas não cultivo ódio, nem preconceitos. Nas horas vagas cuido das minhas plantas – adoro orquídeas e violetas. Cultivo uma horta caseira e ainda me aventuro na cozinha para receber a família e os amigos nos domingos. Moro sozinha e sempre que posso estou viajando, não importa para onde. Se tiver companhia acho ótimo, se não tiver vou assim mesmo. Leio muito. Tudo que me cai nas mãos. De Sócrates a Harry Potter. Não tenho tempo para adoecer ou para pensar em coisas negativas. As dificuldades existem (e como…), como existem para todos nós, mas não deixo que elas durem muito. Procuro tirar proveito dos entraves da vida. Assim vou levando. Nunca deixo de fazer projetos para o futuro, Acho que é isso que deixa a minha vida mais fácil de ser vivida. Enfrento as dificuldades com planos, com sonhos realizáveis ou não. Se eu estiver vivendo alguma dificuldade é quando eu mais me arrumo, não para os outros mas porque gosto de me sentir bem.
        Se isso puder servir de motivação para outras pessoas já me darei por satisfeita, já que entendo que temos que mostrar que tudo é possível, ainda que tenhamos que enfrentar dificuldades e desafios (eu enfrentei e enfrento muitos). Se cair caia de pé, é mais fácil para continuar a caminhada. Grande abraço a todos(as) e parabéns a vocês meninas que oportunizam àqueles (as)que aqui chegam encontrar algo que os (as) motiva e os(as) impulsiona para dias melhores.

        • MCelia

          Oi, Celia, que prazer ter uma mulher tão interessante aqui no Viva50! Seu comentário com certeza vai motivar muitas mulheres ( começando comigo), é muito legal ver você tão ativa e feliz nos seus lindos 77 anos. Vamos longe, não é mesmo? E nada como ir longe com uma vida cultural, social e familiar super ativa, como você vem fazendo…não pare nunca esse seu estilo, e volte sempre aqui para nos motivar cada vez mais!UM beijo querida

        • marcia Valeria

          Adorei seu comentário com certeza vai me ajudar mto..

      • Reny Robaina

        E eu a caminho dos setenta,minha mente uma criança,a risada mais gostosa(claro que existem os momentos difíceis,são os aprendizados)e vamos que vamos!!!!! Bjão…😍😘

        • MCelia

          Oi, Reny, não perca nunca essa sua risada mais gostosa!!!E volte sempre aqui para nos passar essa energia contagiante! beijos

  18. monica

    Adorei o texto

    • MCelia

      Que bom que gostou, Monica! beijos