Para que a existência valha a pena… – por Lya Luft

22/10/17 | postado por: Virginia Pinheiro

 

Não lembro em que momento percebi que viver deveria ser uma permanente reinvenção de nós mesmos — para não morrermos soterrados na poeira da banalidade, embora pareça que ainda estamos vivos.

Mas compreendi, num lampejo: então é isso, então é assim. Apesar dos medos, convém não ser demais fútil nem demais acomodada. Algumas vezes é preciso pegar o touro pelos chifres, mergulhar para depois ver o que acontece: porque a vida não tem de ser sorvida como uma taça que se esvazia, mas como o jarro que se renova a cada gole bebido.

Para reinventar-se é preciso pensar: isso aprendi muito cedo.

Apalpar, no nevoeiro de quem somos, algo que pareça uma essência: isso, mais ou menos, sou eu. Isso é o que eu queria ser, acredito ser, quero me tornar ou já fui. Muita inquietação por baixo das águas do cotidiano. Mais cômodo seria ficar com o travesseiro sobre a cabeça e adotar o lema reconfortante: “Parar pra pensar, nem pensar!”

O problema é que quando menos se espera ele chega, o sorrateiro pensamento que nos faz parar. Pode ser no meio do shopping, no trânsito, na frente da tevê ou do computador. Simplesmente escovando os dentes. Ou na hora da droga, do sexo sem afeto, do desafeto, do rancor, da lamúria, da hesitação e da resignação.

Sem ter programado, a gente pára pra pensar.

Pode ser um susto: como espiar de um berçário confortável para um corredor com mil possibilidades. Cada porta, uma escolha. Muitas vão se abrir para um nada ou para algum absurdo. Outras, para um jardim de promessas. Alguma, para a noite além da cerca. Hora de tirar os disfarces, aposentar as máscaras e reavaliar: reavaliar-se.

Pensar pede audácia, pois refletir é transgredir a ordem do superficial que nos pressiona tanto.

Somos demasiado frívolos: buscamos o atordoamento das mil distrações, corremos de um lado a outro achando que somos grandes cumpridores de tarefas. Quando o primeiro dever seria de vez em quando parar e analisar: quem a gente é, o que fazemos com a nossa vida, o tempo, os amores. E com as obrigações também, é claro, pois não temos sempre cinco anos de idade, quando a prioridade absoluta é dormir abraçado no urso de pelúcia e prosseguir, no sono, o sonho que afinal nessa idade ainda é a vida.

Mas pensar não é apenas a ameaça de enfrentar a alma no espelho: é sair para as varandas de si mesmo e olhar em torno, e quem sabe finalmente respirar.

Compreender: somos inquilinos de algo bem maior do que o nosso pequeno segredo individual. É o poderoso ciclo da existência. Nele todos os desastres e toda a beleza têm significado como fases de um processo.

Se nos escondermos num canto escuro abafando nossos questionamentos, não escutaremos o rumor do vento nas árvores do mundo. Nem compreenderemos que o prato das inevitáveis perdas pode pesar menos do que o dos possíveis ganhos. Os ganhos ou os danos dependem da perspectiva e possibilidades de quem vai tecendo a sua história. O mundo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, sem o nosso pensamento que lhe confere alguma ordem.

Viver, como talvez morrer, é recriar-se: a vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada. Muitas vezes, ousada.

Parece fácil: “escrever a respeito das coisas é fácil”, já me disseram. Eu sei. Mas não é preciso realizar nada de espetacular, nem desejar nada excepcional. Não é preciso nem mesmo ser brilhante, importante, admirado.

Para viver de verdade, pensando e repensando a existência, para que ela valha a pena, é preciso ser amado; e amar; e amar-se. Ter esperança; qualquer esperança.

Questionar o que nos é imposto, sem rebeldias insensatas mas sem demasiada sensatez. Saborear o bom, mas aqui e ali enfrentar o ruim. Suportar sem se submeter, aceitar sem se humilhar, entregar-se sem renunciar a si mesmo e à possível dignidade. Sonhar, porque se desistimos disso apaga-se a última claridade e nada mais valerá a pena. Escapar, na liberdade do pensamento, desse espírito de manada que trabalha obstinadamente para nos enquadrar, seja lá no que for.

E que o mínimo que a gente faça seja, a cada momento, o melhor que afinal se conseguiu fazer.

 

S

 

 

Lya Luft

deixe um comentario no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

44 Comentários:Para que a existência valha a pena… – por Lya Luft
  1. Denise Lahaud Pinheiro

    Lindo e sábio texto!

    • MCelia

      Oi , Denise, a Lya Luft fala o que sentimos , né? Que bom que gostou! Bjs

  2. Lucia Maria Oliveira

    Muito bom e sabe de uma coisa? Eu estava precisando dessa injeção porque eu amo a vida e quero amar cada vez mais.

    • MCelia

      Então aproveite essa injeção e vamos viver !!! Bem vinda Lucia ! Bjs

  3. DENISE SANDES

    Boa tarde!
    Um texto que deve ser relido,refletido.
    Em poucas palavras se fala sobre existência-“Penso ,logo,existo”-espero não estar errada mas essas palavras são de Descartes e diz tudo.
    Um carinhoso abraço,
    Denise Sandes

    • Virginia

      Concordo com você Denise, esse é o tipo de texto cujo conteúdo necessita de reflexão por isso é importante lê-lo várias vezes. Grande abraço e uma ótima semana

  4. marcia sabbatini

    Lia Luft, como sempre escreve e a gente sente que está lendo a gente mesmo.

    • Virginia

      Marcia, eu também tenho essa mesma impressão, a Lya Luft fala aquilo que está dentro de nós e que muitas vezes não sabemos como expressar né? Bjs e obrigada pela sua participação

  5. Graça Caldas

    ADOREIIIIIIIIIII !

    • MCelia

      Lindo , né, Graça ? Bjs

  6. Solange

    Sempre gostei dos textos da Lya Luft mas esse, em especial, penetrou em minha alma bem fundo, conseguiu me responder alguns questionamentos que tenho me feito, até pelo momento difícil pelo qual estou passando. Muito lindo e disse tudo que eu precisava ler e/ou ouvir. Amei!!!!

    • Virginia

      Nossa Solange, que bom que esse texto da Lya Luft te ajudou, uma boa escritora como ela é capaz de colocar em palavras aquilo que sentimos ou buscamos mas que muitas vezes temos dificuldade de elaborar. Grande abraço e obrigada pela sua participação.

  7. Solange

    Amei o texto, lindas e sábias palavras!!!!!

  8. maris Regina Brod storch

    Lya Luft, para mim, é uma das maiores escritoras da atualidade. Escreve maravilhosamente bem. Ela escreve com a alma. Ela brinca com as palavras. Tem uma sensibilidade fora comum. Eu adoro os textos dela. Não deixo de ler nenhum.

    • Virginia

      Concordo com você Maris, além de sensibilidade a Lya Luft tem a habilidade de traduzir em palavras os sentimentos mais sutis que habitam nossa alma. Um ótimo final de semana para você, bjs

  9. Lea Rejane Dal Santo

    Maravilhoso!!!!

    • Virginia

      Que bom que gostou Lea, as palavras da Lya Luft tem o poder de nos tocar profundamente não é? Grande abraço!

  10. JOCELAINE FAGUNDES INCHAUSTI

    ADORO SER MULHER PORQUE MULHER NÃO SE ACOMODA, EVOLUI E MELHORA COM OS ANOS QUE CHEGAM…É BOM ENFRENTAR COISAS NOVAS. PRÁ MIM O BOM É VIAJAR E FAZER PROJETOS DE VIAGEM. NÃO SINTO VONTADE DE ESTABELECER RELAÇÕES PESSOAIS SEJAM NO ÂMBITO DA AMIZADE, SEJAM NO ÂMBITO AMOROSO. GOSTO DE SER LIVRE DE COMPROMISSOS COM PESSOAS. GOSTO DE ANDAR SOZINHA PELAS RUAS DAS CIDADES …PARAR QUANDO QUERO, SEGUIR QUANDO QUERO, ENTRAR ONDE QUERO OU SIMPLESMENTE NEM SAIR DO QUARTO DO HOTEL. ADORO HOTÉIS! ENFIM…DEIXAR A CABEÇA TOMAR O RUMO QUE QUISER NA ONDA DOS PENSAMENTOS QUE CHEGAM A ELA…

    • MCelia

      Oi , Jocelaine , que delicia de comentario, mulher pra cima, cheia de energia e liberdade, vive sua vida e é feliz com voce mesma! Voce deve servir de exemplo para mulheres que deixam de fazer coisas que gostam por insegurança e medo de estar sozinha. Continue assim e curta sua vida fazendo o que gosta! Bjs e volte sempre !

  11. Iara Crisley

    Adoro Lia Luft, muito regozijante este texto, ela e profunda e sabia, grande mulher, grande escritora, grande pensadora da nossa contemporaneidade.

    • MCelia

      Iara, concordo totalmente com voce !!! Ela é demais ! Bjs e bom domingo!

  12. Lia

    Muito sábio os textos que escreve!!!

    • Virginia

      Os textos são ótimos mesmo Lia, uma verdadeira lição de vida. Abraço e uma ótima semana pra você!

  13. Edina Mendes Shepherd

    Um texto sábio para refletir, gostei muito…….Bjs

  14. monica

    Adorei, tenho 56 anos e estou no caos.

    • MCelia

      Ola, Monica, se você ja detectou que esta no caos, pare e pense, ame-se e veja a melhor maneira de sair dele! Bom feriado! Bjs

  15. Raimundinha

    Gosto de ler Lya Luft.

    Gostaria de receber os textos que ela continuará escrevendo.

    • MCelia

      Ola, Raimundinha, nós tambem adoramos a Lia Luft, fique aqui com a gente… procuramos sempre postar textos dela!
      Beijos

  16. regina

    TENTANDO MELHORAR E ACEITAR, TER DIGNIDADE, ME RESPEITAR, ME AMAR.

    • MCelia

      Isso mesmo, Regina, devagar a gente vai descobrindo o que nos faz bem e cada vez mais fazer o que gostamos! Continue assim!!! Bjs

  17. sandra

    simolesmente maravilhoso ! como todos que ela escreve !! sou muito fãn

    • MCelia

      Nós tambem somos fãs da Lya Luft!!! bjs

  18. Maria Tereza Malleu Puigvert

    Maravilhoso ! Inspirador . Sempre dizendo com muita clareza e ao mesmo tempo com magia da Alma .

    • MCelia

      Lya é uma inspiração para nós , não é mesmo, Maria Tereza? Um beijo para você !

  19. Luciana

    Extremamente inteligente e sensível!! Admirável a maneira de expor sentimentos e vivências com tamanha seriedade e leveza sobre A VIDA! PARABÉNS!

    • MCelia

      A lya Luft escreve falando com a gente, não é mesmo? Que bom que você gostou! Beijos

  20. FRANCISCO JAHN

    Mui querida moça Lya Luft, que bom que é respirar com estas palavras!

    • MCelia

      Lindas palavras as suas Francisco, a Lya Luft te inspirou, hein? Um abraço

  21. DARLI OLIVEIRA

    Adoro os textos da Lya. Falam bem fundo da alma. Nos “incomodam”o bastante p refletirmos sobre o modo de viver: amar, pensar, mudar se preciso for ‘ não dói’.Abçs.

    • MCelia

      Oi,Darli, o bom texto é esse que nos faz refletir, não é mesmo? Uma boa semana para você !Bjs

  22. Aldanir Scaramella

    Texto maravilhoso, pensar e sonhar é preciso!!

    • MCelia

      Que bom que gostou, Aldanir!

  23. Maria Jose de Lima

    Texto maravilhoso.

    • MCelia

      Lindo, né, Maria Jose? Beijos