“Divórcio Grisalho”: Divórcio depois dos 50 anos

30/09/20 | postado por: MCelia

 

O divórcio grisalho (ou cinza, como estão chamando por aí) não deixa de ser uma separação de casal, só que com a particularidade de que o casal está na casa dos 50, 60 anos. Isso está cada dia mais comum porque as pessoas estão vivendo mais e o que era antes chamado de “velho” hoje já não é mais assim, temos muito o que viver ainda. Com os filhos mais velhos e saindo de casa, as razões para ficar no casamento vão diminuindo, o que está elevando cada vez mais o número de casais que se separam.

Como nossa expectativa de vida está cada vez mais longa, percebemos que ainda temos muita coisa para viver e queremos viver bem esses anos. Muitas mulheres (e homens também) aos 50 anos estão se sentindo super bem e prontos para recomeçar uma nova vida. Um casamento “morno” e sem muito entusiasmo começa a incomodar…

 

Ignored old woman lying in bed with husband at back

 

Ninguém espera divorciar-se em momento algum, muito menos aos 50 anos, depois de tanta histórias vividas juntos, tantas coisas em comum, inclusive na parte financeira… Por que separar? Tempo, energia e independência são algumas das razões que levam 50 +++ optarem pela difícil decisão do divórcio: É agora ou nunca mais!

Independentemente de quem tomou a decisão de levar o casamento ao fim – com toda a agitação emocional e financeira que um divórcio traz – não podemos deixar a vida acabar por aí.

 

Mature woman sitting on rock in forest

 

Bom, se isso está acontecendo com você, seguem abaixo alguns conselhos para ajudá-la a passar por esta difícil fase da melhor maneira possível:

1- Se o divórcio não foi ideia sua, comece a rever sua vida.

Sua vida pode ser muito boa, depende somente de você. Comece procurando seus amigos de antigamente, entre em cursos que sempre teve vontade de fazer, procure por lugares para fazer novas amizades… Se gosta de esportes, use e abuse! Não tem lugar melhor para extravasar sua mágoas! Um intercâmbio talvez seja uma boa alternativa. Só não vale ficar em casa esperando o ex voltar.

2- Fique longe das mídias sociais.

Procure não registrar todos os seus passos no Facebook ou Instagram se você não quer que seus filhos, colegas de trabalho e familiares fiquem sabendo de tudo na sua vida (e dando palpites). Limite-se a promoção de negócios, a se conectar com velhos amigos e a postar algumas fotos apropriadas. Seu divórcio não deve ser de domínio público.

3- Deixe seus filho fora do divórcio.

Se você está se divorciando depois dos 50, seus filhos provavelmente estarão com idades entre 18 e 20 e poucos anos. Estão querendo viver a vidinha deles, são quase adultos, mas não são terapeutas, nem seus amigos, não os use para desabafar. Eles não têm capacidade para entender o que aconteceu no seu casamento. Se seu ex foi um idiota, deixe que eles descubram isso sozinhos com o passar dos anos, evite falar mal do ex para seus filhos.

4- Poupe sua família e amigos.

Mesmo sendo muito amigo ou irmão, tenha limites ao procurá-los para falar dos seus problemas com o divórcio. Lógico que tem momentos em que você precisa desabafar, mas controle-se e procure falar de outras coisas que não seja a sua vida.

5- Esteja preparada/o para ser tratada/o diferente de anteriormente.

Algumas pessoas ainda estranham quando descobrem que você se divorciou e se sentem incomodadas com isso, apesar de estarmos quase no ano 2020. Alguma pessoas têm medo do divórcio, têm medo de afetar sua vidinha tranquila… E aí, conviver com quem está feliz depois do divórcio, incomoda. Preferem ficar longe de você!

6- Viva para você, mas seja paciente com quem você ama.

Agora é a sua hora!!! Sim, você esperou tanto por este momento de poder fazer TUDO que não podia fazer antes: namorar, viajar mundo afora, entrar para o Hare Krishna etc. etc. etc… E dane-se o mundo! Mas antes de qualquer coisa lembre-se dos seus queridos familiares e amigos: talvez eles precisem de um tempinho para acompanhar as suas mudanças. Mesmo os mais próximos podem precisar de tempo para entender sua nova independência. Não que você deva deixar de fazer o que gosta, só tenha paciência com seus queridos para que eles curtam com você sua nova vida!

7- Evite tomar decisões com muita emoção.

Espere suas emoções acalmarem um pouco antes de tomar decisões que podem fazer com que você se arrependa depois. Tirando toda tristeza, mágoa, ansiedade e sentimento oprimido, o divórcio é uma transação comercial e você precisa estar bem emocionalmente para ser lúcida nas suas escolhas.

8- Peça conselhos, mas siga a sua cabeça.

Lógico que devemos pedir conselhos para amigos, profissionais, familiares etc. Mas é super importante você analisar e seguir sua escolha, afinal é sua vida, seu futuro.

Enfim, siga seu coração, siga seus sentimentos e aproveite para se conhecer e descubra essa pessoa maravilhosa que tem dentro de você. E viva sua vida da melhor maneira que conseguir!

 

Divorcio-depois-dos-50-anos

 

deixe um comentario no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

6 Comentários:“Divórcio Grisalho”: Divórcio depois dos 50 anos
  1. Marinéia Eller Pamplona

    Achei esses conselhos super coerentes.
    É isso mesmo, cautela na exposição. Concordo que esse momento é de autoconhecimento, de tranquilidade pra se resolver as dificuldades dessa fase com sabedoria.
    Acho que dessa forma se consegue com mais facilidade viver essa nova etapa da vida sabendo aproveitar as coisas boas que a liberdade nos oferece. Quando eu apostar ni meu valor, me tornarei confiante, segura e alegre pra desvendar um novo ângulo da vida, o qual nunca pensei em conhecer.

    • MCelia

      Marineia, que bom que gostou… Tem mudanças que vem para o bem, para nos alertar sobre a vida. Nos fortalecemos e conseguimos alcançar nossa felicidade!
      Um beijo volte sempre!

  2. Marcello pereira da silva nunes

    Muito boa a materia tem 48 estou em processo de divorcio,acredoto que com essas dicas vou superar o desconhecido uma vez que casei praticamente aos 22 anos e ela 20 entendo que a relação se desgatou ao natural,e pra variar perdi o emprego.A unica filia esta com praticamente 19 anos,portanto deve segui minha nova rotina concluir minha faculdade de ciências juridicas e sociais e derrepente por lá surja uma nova pessoa.Marcello Nunes poa/rs

    • MCelia

      Ola, Marcello, muito bom ter você aqui com a gente…boa sorte na sua nova empreitada! Abraços

  3. marcus miranda

    Estou com 49 anos e estou me divorciando …tenho 2 filhos de 16 e 10 anos….. vc achar uma nova rotina para conhecer e interagir com novas pessoas não é tarefa muito facil nesta idade ,pois a maioria de seus amigos são casados.
    A paciencia e saber controlar a ansiedade para superar esse obstaculo e complexo…..mais quando vc é uma pessoa ligada a familia e filhos parece que é mais dificil ainda …….mais e reaprendendo a pensar……. mande mais dicas essas foram boas…..obg

    • MCelia

      Ola, Marcus, realmente não é fácil mas pode ser bom também…procure fazer o que gosta, caminhe, exercite-se ,pratique um esporte, sai com seus filhos , viva sua vida que as coisas acontecem! Boa sorte!